Blog
20 MAI 2019
Receita da Feirinha: Bolo de Banana Orgânica sem Farinha e sem Açúcar

Vamos aprender a receita de um delicioso bolo de banana orgânica sem farinha e sem açúcar? Quem compartilhou essa receita com a gente foram os agricultores familiares da Cooperativa Nosso Fruto, que participam da nossa Feirinha Colonial. Você vai precisar de:

- 9 bananas orgânicas

- 1 xícara de aveia fina

- 1 xícara de aveia grossa

- 1 xícara de uva passa

- 1/2 xícara de óleo de coco

- 1 colherzinha de fermento

- 1 pitada de sal

- 3 ovos caipira

- Polvilhar canela a gosto

Misture os ingredientes e leve ao forno pré-aquecido em 200º por cerca de 35 minutos.

03 ABR 2019
Receita da Feirinha: Cachaça de Banana

Que tal misturar banana e cachaça em um aperitivo delicioso? Os agricultores que participam da nossa Feirinha Colonial compartilharam essa receita com a gente, vamos aprender?

Para a cachaça de banana, você vai precisar de um litro de cachaça de boa qualidade. O ideal é optar por cachaças artesanais e não envelhecidas, pois, além de mais caras, elas foram feitas para serem servidas puras, sem misturas.

Feita a escolha da cachaça, é hora de escolher as bananas. Nossa sugestão é utilizar a banana passa.  O ideal é usar um quilo da fruta para um litro da bebida.

Depois, é preciso colocar as bananas em um vidro grande de conserva, pode ser um vidro especial para bebidas, daqueles que possuem até torneira. É importante esterilizar o vidro antes de usá-lo.

Feito isso, a próxima etapa é despejar a cachaça sobre as bananas. Depois, é só tapar bem e deixar os ingredientes "se entenderem". O ideal é armazenar a mistura em local escuro e arejado durante pelo menos 15 dias, mas quanto mais tempo melhor, a nossa sugestão é um mês ou mais.

Antes de servir, coe e transfira a mistura para uma garrafa limpa ou outro vidro para bebidas. Sirva como aperitivo bem gelado, e beba com moderação.

04 OUT 2018
FEIRINHA COLONIAL NO DELLA

 Produtos da agricultura familiar ganham espaço/destaque no Shopping Della

    A agricultura familiar de Criciúma irá ganhar mais um reforço esta semana com o início das atividades da Feirinha Colonial que irá acontecer todas as sextas-feiras, no Shopping Della. As 72 famílias associadas a Cooperativa de Agricultores Familiares Nosso Fruto irão comercializar biscoitos e pães caseiros, salame, torresmo, banha, banana passa, ovos, morango, aipim, banana orgânica, alface, temperos verdes orgânicos, flores, artesanato, entre outros itens vindo direto dos produtores. Mais de 200 pessoas estão envolvidas no trabalho dos cooperados da Nosso Fruto. A abertura oficial da feira acontece nessa sexta-feira, dia 5, às 9h.

    “É uma parceria de suma importância e que vai dar grande visibilidade para a nossa cooperativa e para a agricultura familiar de Criciúma. Vamos estrar divulgando não só a Nosso Fruto, mas os produtos da agricultura familiar da cidade, que sempre foi classificada como cidade industrial. Entã essa parceria vai enaltecer ainda mais a nossa agricultura”, explica o vice-presidente da Cooperativa Nosso Fruto, Jefferson Dasgostin.

    Criciúma possui 600 famílias rurais e, entre associações e cooperativas, são 322 famílias dedicadas a agricultura familiar. Para o Engenheiro Agrônomo da EPAGRI, Roberto Francisco Longhi, a parceria é mais um canal de comercialização para a agricultura familiar criciumense e uma oportunidade de mostrar para a população urbana que Criciúma tem uma agricultura forte e com produtos de qualidade. “Outro aspecto importante é a oferta de produtos frescos, recém-colhidos, que confere mais qualidade e durabilidade de prateleira”, ressalta o engenheiro.

      A ação é uma parceria do Shopping Della, Cooperativa de Agricultores Familiares Nosso Fruto de Criciúma com apoio da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e Gerência da Agricultura e Agronegócio da Prefeitura de Criciúma.

Agricultura familiar em dados

     Responsável por um faturamento anual de US$ 55,2 bilhões, a agricultura familiar brasileira é oitava maior produtora de alimentos no mundo, segundo dados do portal Governo do Brasil, com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério do Desenvolvimento Agrário, do Banco Mundial e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Ela é a base da economia de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes, é responsável pela renda de 40% da população economicamente ativa do País e por mais de 70% dos brasileiros ocupados no campo.

     Este ano, a Lei da Agricultura Familiar, Lei 11.326/2006, completou 12 anos como um marco no reconhecimento deste tipo de atividade. Ela estabelece os conceitos, princípios e instrumentos destinados à formulação das políticas públicas direcionadas à Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais. Além de definir o público beneficiário da política nacional da agricultura familiar e qualificar os empreendimentos familiares rurais.