Blog
29 JAN 2018
Exposição Almas do Brasil chega a Criciúma

A cidade de Criciúma recebe, na próxima terça-feira, a exposição Almas do Brasil, da fotógrafa catarinense Maristela Giassi. A mostra será lançada em 30 de janeiro e estará aberta ao público, todos os dias, até 14 de fevereiro.

A exposição, que já emocionou o público europeu na passagem pelo Carrousel Du Louvre em Paris, na França; na Galleria La Pigna, no Vaticano; na bienal de Odivelas, em Portugal; além da Inn Gallery, em São Paulo; do Espaço Cultural Rita Maria, em Florianópolis; e do FEMUSC, em Jaraguá do Sul, agora poderá ser apreciada no Shopping Della, em Criciúma. A exposição é um convite ao visitante para uma sensível imersão na cultura indígena brasileira.

As imagens foram produzidas em cinco aldeias: três na Grande Florianópolis - M'Biguaçu, Aldeia do Amaral e Morro dos Cavalos, povoadas pelos Guaranis – e duas no Acre - Rio Jordão e Novo Segredo, da Etnia Kaxinawá (Huni Kuin). O material deu origem a um livro de fotografias e à exposição que reúne 16 telas nas quais foram utilizadas a técnica “You Paint”, desenvolvida pela artista, onde as fotos são impressas em canvas e recebem acabamento em pintura.

“As imagens coloridas são a materialização dos meus sonhos de criança e os índios fazem parte desse mundo lúdico que se mantém vivo em meus trabalhos”, explica Maristela Giassi.

Graças a esses sonhos, personagens como o Pajé Wherá Tupã, de 108 anos; Aline, jovem de 18 anos responsável pelo ritual temazcal em sua aldeia e a líder indígena Kerexu Ixapyry, a grande guerreira e defensora do território Guarani, levam os visitantes da mostra a refletirem sobre natureza, espiritualidade e os valores destes povos. “Almas do Brasil é meu grande presente. É uma benção essa oportunidade de poder conhecer e levar às pessoas um pouquinho dos valores e da riqueza da cultura Guarani”, conclui Maristela.

Serão distribuídos gratuitamente até 200 exemplares do livro durante a vernissage que acontecerá no próximo dia 30, às 18h, no Shopping Della. O projeto Almas do Brasil foi viabilizado através da Lei Rouanet.